Rede
Cada fio entrelaçado se misturando e tomando forma. Firme.  Rede que se move, que cresce, se renova. Ou que nos sufoca, aprisiona.  Que nos envolve como um abraço, nos embala e nos faz dormir. Transcende, curte e compartilha. Quando jogada ou arremessada,  garante a subsistência. Nos alimenta. Aquela que nos faz pensar e determina como agir.
Se resume em novos desafios. Ferramenta poderosa.  Maquiavélica !
Armadilha : cuidadosamente preparada e arquitetonicamente calculada. Circunda, fisga.  Nos ensina a ter paciência e perseverança.  Espera, triunfa e se desfaz. Inspira e antevê.  Só é lançada para o que se quer.  Direta e precisa.  Se há falhas ... por que desistir ? Recomeçar e continuar .  Se sente recompensada.
Rede que separa, extrai e purifica. Rede leve, pesada, colorida, camuflada ou invisível.  Redes que trazem e outras que levam.
Malhas fortes, aprisionam.  Nomeia e norteia. Nos mantém distante do que pode ser perigo, nos protege. A que salva. Segurança para o equilibrista. Ponto mais alto do espetáculo. Elástica, diverte.
Cobre o que é obsceno e imoral, ou que deve ser mantido escondido. Disfarça. Encobre. Afasta. Exibe e inibe. Aguça a curiosidade.
Rede que nos veste, delicada e dedicada, nos enfeita e nos embeleza com suas cores, seus bordados e fuxicos. Cada ponto, uma história, um pensamento. Empreendedora e  que congrega. Caracteriza e torna-se típica.  
E por que não mencioná-las em suas redes de intrigas que enaltecem os pontos fracos e esquecem os fortes. Vira notícia !  Abafa !
Rede como corrente. Faz a energia  passar e  se propagar. Seja ela qual for. Leva à vida. Dá a luz !
Rede que limpa e cura. Protege as nossas feridas.
Que ata e dá nó .Desata. Que engessa e corrige.Coloca no lugar.
Rede de interesses, familiares, amizades e de negócios , seja ela qual for. Nos mantém presos e interligados.
Rede  cósmica em nosso consciente coletivo. A rede cumprindo seu papel  principal - Sustentar emoções,


                                              Marcelo de Azevedo Raymundo
27/09/2014
autor

Luiza...

Iluminada LUíZa :(seu nome tem as mesmas letras de "LUZ" !)
 
É hora de se retirar e pensar, avaliar e refletir. Pensar em nosso caminho, o que percorremos e o que iremos ainda caminhar.  Escolha,  de caminhos tortuosos, outros serenos.  Qual escolher ? Neste momento vem a Luz e nela está Jesus.
 
Qualquer caminho que escolhas, se tiver Fé e confiar no Pai, nada lhe acontecerá. Saíras ilesa e tranquila pois Ele nunca te abandonará, por qualquer caminho que escolhas. Se sentirás sempre confortada e de bem consigo. Ajude seu próximo a trilhar este caminho pois no final você e todos que te acompanharam, triunfarão. No final do caminnho estará Ele! E você se sentirá rica com a experiência obtida e em Paz.  
 
Para as árvores verem as flores tem que suportar as lagartas pois virarão borboletas e proverá os frutos que nos alimentam e em agradecimento jogamos as sementes no solo que originará outras árvores... Este é um ciclo Divino e que nos garante a Vida. E Ele ,disfarçadamente, está presente em uma pequena amostra nos oferecendo um pedaço da Vida Eterna. Não é necessário valores vultuosos materiais.  Nossa almas estão guardadas que é o nosso maior tesouro.
 
Não é um belo Exemplo !!!
 
Fique em Paz e que a Luz Divina esteja com você agora e sempre.
 
Do seu Tio que muito se orgulha de você ...
 
Marcelo 

Sabedoria Divina...

Há quinze anos atrás 
Nascia uma menina
De uma mulher que trazia
Uma sabedoria Divina. 

Sabedoria para criar 
Para iluminar, abençoar 
Sabedoria para tomar decisões
E controlar situações. 

Abriu mãos de seus direitos 
Para cumprir os seus deveres 
Seria necessário até dois anos de leite de peito 
De acordo com o médico e seus dizeres. 

A menininha cresceu 
E uma mocinha se tornou, 
Mas quanto trabalho ela deu 
E quanta briga gerou! 

Apesar de ínúmeras desavenças 
Nunca deixou de educá-la
E com suas crenças 
Conseguiram superar 
Diversos problemas 
Que tiveram que enfrentar. 

Inseparáveis se tornaram 
Segredos compartilharam. 
Mais do que mãe e filha 
Sempre melhores amigas...

 
Marcelo de Azevedo Raymundo